Por Ana M.:

Oi mamães!! 

Como estão? 
Deste lado estamos nos ajeitando ainda, a cultura é muito diferente e rígida aqui na Arábia Saudita.

Depois que Enzo completou um ano de idade, parou de acordar na madrugada pedindo a “dedera”, mas nesta última semana ele está tendo o sono bem agitado. 

Um despertar confuso durante a madrugada e sempre resmungando, às vezes fica em pé pela cama ou sentado, como se estivesse procurando alguma coisa. Eu achava que era a questão do fuso horário, pois se para nós adultos já atrapalha, imagina para o bebê, pensava eu. Até que mandei uma Whatsapp (amo a tecnologia) para o pediatra e ele conseguiu me esclarecer este item. 

Uma verdadeira insônia ou como diz o pediatra; é um distúrbio no sono e isso é normal. 
Como devemos agir nestes casos?

Eu sempre o consolei de alguma forma, ou dando a “chupeta”, pegando no colo e as vezes até dava uma mamadeira. Mas eu estava fazendo errado, pois eu podia criar um hábito, uma rotina que atrapalharia ainda mais o nosso sono. 

Conforme a orientação médica, não se faz nada. Quanto menos você interferir no sono é melhor. Se estes sintomas persistirem até os três anos, provavelmente a criança tenha alguma dificuldade para dormir.

Esse distúrbio pode durar até 15 minutos. 

Cá entre nós: normal e muito exaustivo. 

Estou passando por isso e hoje já vou começar a não interferir neste momento. 
De olhos abertos sempre, depois que a gente vira mãe parece que nasce junto mil olhos e mil sentidos a mais. Coisas de mãe! Incrível! 

Alguém mais passando por isso? 
O que fazem? 

Beijos e beijos, nossos! 

@souanamendes