Hey guys! Segundo post de moda com a há anos considerada a segunda marca de luxo mais poderosa do mundo, Hermès é francesa e foi fundada em 1837 por Thierry Hermès que é alemão. Ele mudou com 27 anos com a família pra Pont Audemer, na França (ao norte de Paris).

(VÍDEO RESUMO NO FINAL DO POST)

 

O INÍCIO DE THIERRY HERMÈS
Chegando na França, mesmo nascido na cidade da seda e do veludo (Krefeld), Thierry aprendeu e começou a trabalhar com couro antes de ir para outros produtos de luxo em outros materiais. No início a marca chamava “Caléche” e atendia nobres com a produção de arreios para cavalos, arneses de ferro forjado e freios de carruagens que ganharam vários prêmios. 3 anos depois teve seu primeiro filho com Petronille, Charles-Emile Hermès.

Thierry Hermès

CHARLES-EMILE
Com 77 anos, Thierry morre e a marca é assumida por Charles-Emile, que muda a loja pro endereço que é até hoje.
Cerca de 20 anos depois Charles e seus filhos criam o modelo “Haut a Courroies” de bolsa pra montadores carregarem selas. E então 2 anos depois, Charles se aposenta e deixa o negócio para os filhos Adolphe e Emile-Maurice, que renomeiam a marca pra Hermès Frères (Irmãos Hermès).

ADOLPHE E EMILE-MAURICE

1914 – Após uma viagem aos EUA, perceberam que as pessoas estava viajando muito mais pelo uso de carros e criaram as malas com formatos e fechos exclusivos.
1914 – Emile começa a fornecer selas ao czar da Rússia e ganha direitos exclusivos sobre o uso do zíper em artigos de couro e roupas, tornando-se a primeira marca na França a apresentar este dispositivo.
1918 – Primeiro casaco de couro com um zíper, produzido para Edward, Príncipe de Gales. Com exclusivo acordo de direitos, o zíper ficou famoso na França como fermeture Hermès (fecho da Hermès).
1919 – Adolphe deixa a empresa por causa da queda de vendas de couraça e equipamentos de montaria, deixando com Emile-Maurice.


EMILE-MAURICE
1922 – As primeiras bolsas femininas surgem quando a esposa de Emile-Maurice se queixa de não encontrar um modelo que lhe agrade. O próprio Emile-Maurice desenha, então, uma versão menor da bolsa ‘Haut a Courroies’.
1929 – Primeira coleção feminina de vestuário de alta costura com roupas de banho.
1940 – O estoque da embalagem na cor bege utilizada até então, sumiu na Segunda Guerra Mundial, precisando ser trocada pela única cor disponível laranja, que virou ícone da marca: “os melhores presentes vem em uma caixa laranja”.
1950 – Novo logotipo com base em um desenho do pintor francês Alfred de Dreux.
1951 – Emile-Maurice morre e Robert Dumas Hermès e Jeans Rene Hermès assumem a empresa, ambos maridos das bisnetas de Thierry: Jacqueline e Aline. Robert introduz as gravatas, malas de viagens, toalhas de praia e perfumes da marca no mercado.

 

JEANS LOUIS DUMAS
1978 – Jean Louis Dumas, filho do tataraneto de Thierry Hermès, assume a empresa e amplia a loja.

Jeans Louis Dumas Hermès


PATRICK TOMAS

2003 – Jean se aposenta e Patrick Thomas se torna o novo líder da marca, aumentando mais uma vez a loja.

AXEL DUMAS
2012 – Axel Dumas, da sexta geração da família Hermès, vira CEO da companhia e se mantém até hoje.

 

PRINCIPAIS CRIAÇÕES DA MARCA:

lenços de seda com motivos equestres e bolsa de couro em forma de trapézio “Kelly”

1923 – Bolsa BOLDIE, primeiro modelo de zíper como fecho
1930 – Bolsa PLUME, usada por Catherine Deneuve
1935 – Bolsa tiracolo, que passou a ser chamada de Kelly, quando 21 anos mais tarde a atriz e Princesa de Mônaco Grace Kelly usou a bolsa no modelo “Sac a Depeches” pra cobrir a barriga de grávida na capa da revista “Life”.
1937 – Lenço de seda, sucesso entre celebridades como Jacqueline Kennedy.
1938 – Pulseira ‘Chaine d’ancre’; jaqueta e demais trajes de montaria. A marca também começa a se inspirar em livros, pinturas e objetos de arte.
1950-1 – Primeiro perfume da marca EAU d’HERMÈS
1958 – Bolsa Trim, de lona com bordas de couro, uma das preferidas de Jack Kennedy
1961 – Perfume CALÉCHE, um dos mais famosos da história
1969 – Bolsa CONSTANCE, modelo a tiracolo com fecho de ferragem em forma de H
1972 – Primeira coleção de sapatos femininos
1974 – Perfume feminino AMAZONE
1976 – Braceletes esmaltados
1981 – Bolsa Birkin é lançada em homenagem à atriz britânica Jane Birkin, que sentou ao lado de Jeans Louis Dumas em um vôo, casualmente e transportando seus pertences numa mala de palha, queixou-se ao CEO da marca que as malas bonitas nunca eram suficientemente grandes para transportar tudo aquilo que precisava.
1995 – Perfume feminino 24 FAUBOURG.
1999 – Perfume feminino HIRIS.
2000 – Porcelanas
2000 – Perfume feminino ROUGE HERMÈS.
2005 – Lançamento do e-commerce
2016 – Pesquisa que comprovava que uma bolsa Hermès modelo Birkin era um investimento melhor do que ações na Bolsa de Valores ou em barras de ouro durante os últimos 35 anos. – Não achei se agora em 2018 ainda é um fato.
2007 – Helicóptero mais sofisticado do mercado, com o elegante modelo EC135 da Eurocopter como base
2007 – LINDY BAG
2009 – Linha PETIT H, que reaproveita de forma criativa os materiais descartados em suas oficinas
2010 – Perfume unissex VOYAGE D’HERMÈS, inspirado e idealizado pelo perfumista da marca Jean-Claude Ellena
2010 – Coleção exclusiva de joias criada por Pierre Hardy, estreando no segmento da alta joalheria, sob medida
2010 – Inauguração da primeira loja dedicada exclusivamente ao segmento masculino, localizada na Madison Avenue, em NY
2011 – Lançamento do perfume UN JARDIN SUR LE TOIT
2014 – Lançamento da linha LE BAIN: shampoo revitalizante, gel tonificante, hidratante corporal, leite para o corpo, sabonete e espuma para banho, criados a partir dos perfumes da marca

A HERMÈS NO BRASIL
A primeira loja no Brasil foi lançada no Shopping Cidade Jardim, em 2009, e os produtos produzidos com seda brasileira mesmo. Em 2013, Etiqueta Única inicia venda online no Brasil de Bolsas Hermès usadas autenticadas.
É parceira do cavaleiro brasileiro Rodrigo Pessoa em seus trajes de equitação.

 

COMPRE AQUI: ETIQUETA ÚNICA

 

Bisous bisous
XOXO,
Laura K.

 

Fonte: Vai Vestida Como, Wikipedia, Mundo das Marcas