O desfile da À La Garçonne aconteceu no Masp.
Em abril já havia sido apresentada, de modo mais enxuto, os conceitos de upcycling, sem amarras, em um exercício de renascimento e amadurecimento. E dessa vez mostraram todas suas habilidades e recursos dessa nova marca.

Fabio não vê desfiles, se inspira no streetstyle e em fotos de 1930,1940. Sua criação vai do vintage às tendências modernas. Nessa coleção, temos como inspiração o esporte, o motocross. Com peças vintages pintadas a mão por cima, neoprene, camisetões com números, moletons coloridos, couro, parkas, calças amplas pretas e jaquetas.

À La Garçonne

 

XOXO,
Laura K