Por Ana M.:

Oi mães e amigas!
Como estão?

Aqui, precisando de umas duas noites de sono para me recompor.
Enzo começou a acordar duas vezes por noite para tomar mamadeira e quando não decide em querer conversar em plena madrugada, (sofrência, risos!!).

Hoje vou contar pra vocês de como eu estimulo os sentidos do Enzo, além das brincadeiras, falas e experiências vivenciadas no dia-a-dia de uma criança, acredito que quando interagimos em momentos “a mais” construimos um aprendizado ainda maior.

O bebê começa a interagir no terceiro mês de vida, começa a reconhecer as pessoas e entender os chamados. Há uns dois meses (hoje Enzo com 10 meses e duas semanas) percebi que ele começou a interagir ainda mais com pessoas e com brinquedos, começou a querer me imitar e vi que ele precisava ainda mais de estímulos, sempre brinquei de todas as formas, mas nunca insistia em alguma ação e nem em gestos. Os bebês crescem e as brincadeiras os acompanham!

Comecei a estimular de uma forma bem mais interessante e depois do oitavo mês.

A visão ainda acho a parte mais difícil mas sempre quando estamos brincando no parquinho ou de “cadê a mamãe”, eu mudo de lugar e o chamo, ele olha para todas as direções, salvo as direções que estou. Sempre me acha depois de muitas chamadas, ajudando também a desenvolver ainda mais a audição dele. Os bebês reconhecem as vozes, mas ainda não possuem coordenação suficiente para direcionar a visão com a audição. Isso ainda leva um tempo mesmo, sem desesperos, é normal. Desde mais cedo sempre o acostumei com diversos ambientes e músicas, para isso sempre deixo uma música rolando na hora de dormir e também quando estamos no banho, supereclético. Hoje escutamos U2 e no banho, pós-parquinho, escutamos um pagodinho. Por incrível que pareça colaborou muito pra dormir em outros ambientes com outros tipos de barulhos, sem ser na nossa própria casa. É incrível!

Na minha opinião, o paladar e o tato são os que mais me encantam. Amo ver o Enzo todo sujo e conhecendo as texturas, gostos e sabores, alguém mais curte isso? Risos…

Sempre depois de comer e para conseguir lavar a louça coloco em uma bacia um pouco de alguma comida específica, exemplo: arroz, ponho duas colheres em uma bacia pequena e deixo ele ali, espalhando o arroz, esmagando, botando na boca, se lambuzando literalmente. Já fiz com gelatina também, no início fez cara feia, mas brincou e se divertiu igual! Faz um pouco de sujeira mas vale a pena!

Deixo ele brincar na areia, sem frescuras… Ainda sou “antiga”, acredito que adquire imunidade.

Querem ver um sorriso com gosto de descobertas? Testem estas dicas e não esqueçam, roupa suja a máquina lava e cada bebê age e tem o seu tempo. Não adianta forçar nada se não for a hora…

Beijos e beijos, @souanamendes